Temer reúne aliados para mostrar força em meio a investigações

O presidente Michel Temer mandou convocar nesta segunda-feira (12) líderes e vice-líderes governistas numa articulação para demonstrar força em meio às duas investigações das quais é alvo.

Segundo líderes ouvidos pelo blog, não há pauta específica nas reuniões marcadas para esta segunda-feira, no final da tarde. A ideia é “pedir empenho, dedicação e defesa do governo”, segundo um interlocutor do presidente.

Temer é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF). Um apura se houve propina da Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil. O outro, se um decreto assinado pelo presidente beneficiou empresas do setor de portos.

Temer quer afastar a imagem de que está fragilizado pelos inquéritos. A ideia das reuniões é “mostrar que está vivo” e tem “a caneta e a tinta na mão”, diz um aliado.

O presidente também quer passar aos aliados a imagem de que será peça importante na sucessão presidencial, seja colocando a máquina à disposição de algum candidato ou encampando a ideia de seus auxiliares e se lançando à Presidência.

Ouvido pelo blog do G1, o ministro Carlos Marun afirmou que o encontro desta segunda é para discutir “motivação e estratégia de plenário”.

“Existe uma máxima que diz que oposição fala e situação vota. Mas, com a proximidade das eleições, temos que avaliar isto”.

Perguntado sobre qual estratégia de plenário ele estava se referindo, Marun respondeu:

“Para os debates que certamente virão.”

12/03/2018

(Visited 11 times, 1 visits today)