Mulher que arrecadou R$ 108 mil fingindo ter câncer é condenada

Uma mulher de 24 anos que fingiu ter câncer terminal e arrecadou, com a solidariedade de parentes, vizinhos e amigos, o equivalente a R$ 108 mil foi presa após ser desmascarada.

Hanna Dickenson, moradora de Melbourne (Austrália), enganou uma grande número de pessoas dizendo que precisava de dinheiro para ser submetida a tratamento na Tailândia e na Nova Zelândia, revela o Extra.

Um dos doadores foi um paciente de câncer, que havia acabado de receber alta de um hospital. Ele deu a Hanna cerca de R$ 26 mil.

Uma vez com o dinheiro, Hanna gastou tudo com álcool, drogas e viagens ao exterior. Os doadores pensavam que a australiana estivesse lutando pela vida. Entretanto fotos postadas por ela no Facebook mostraram uma realidade bem diferente.

Fotos em que Hanna curtia uma festa revoltaram uma das vítimas do golpe, que foi a polícia denunciar a australiana, contou reportagem do “NY Post”.

Hanna foi presa quando estava trabalhando como corretora de imóveis, profissão que ela abraçou quando as doações secaram.

O processo correu rapidamente na Justiça. Hanna foi condenada a três meses de prisão e a 150 horas de serviços comunitários em Melbourne.

12/04/2018

(Visited 6 times, 1 visits today)