Marido de Kelly Key é reconhecido pai de filha com Latino

Kelly Key contou que o marido, Mico Freitas, foi reconhecido na Justiça como pai de sua filha, Suzanna, fruto do relacionamento com Latino. A revelação foi feita após internautas questionarem o motivo de a adolescente homenagear o padrasto nas redes sociais no Dia dos Pais e não o músico. Nesta terça-feira (14), a cantora comemorou a decisão judicial em seu Stories: “O Mico não é mais padrasto só da Suzanna. Ele é mais do que isso. O Mico oficialmente é o pai da Suzanna agora. Tivemos essa boa notícia quando estávamos em Portugal. Nós tínhamos entrado com esse pedido e foi super bem aceito. Suzanna hoje é Freitas oficialmente. Então já podem usar a palavra ‘pai’ quando se referir ao Mico na vida da Suzanna. Já é oficial”. Kelly e Mico também são pais de Jaime Vitor, de 13 anos, e Arthur, que comemorou o primeiro aniversário em janeiro, diz o Terra.

Suzanna explica relação com pai biológico: ‘Muito distante’

Em seu Stories, Suzanna, cuja semelhança com a mãe impressiona, se pronunciou a respeito do assunto e explicou por que não postou uma foto com Latino na data comemorativa: “Não é porque não postei foto que não desejei ‘Feliz Dia dos Pais’. Eu mandei, sim, uma mensagem e ele respondeu. Só que ele está viajando. Eu convivo com meu padrasto e ele é o meu pai. Eu não convivo com meu pai de sangue. Ele não está muito presente na minha vida como o meu padrasto está”. Segundo a jovem, não há qualquer problemas na relação com o músico: “Eu não sei qual foi a última vez que eu tirei uma foto com o meu pai. Mas isso não quer dizer que nós somos brigados, que nós não nos falamos, não tem nada a ver. A gente se vê muito pouco. A gente acaba tendo uma relação muito distante. Mas não quer dizer que nós temos uma relação ruim. Nós não somos brigados, não temos desavenças, só temos uma relação distante”.

Latino comenta decisão da filha: ‘Ele quem a criou desde os 3’

Para o portal “UOL”, Latino confirmou o pedido judicial para alterar a certidão de nascimento da filha e disse que a decisão foi consensual: “Ela não vai deixar nunca de ser minha filha. É uma sortuda porque terá dois pais, eu que a coloquei no mundo e o pai que a criou. Ela perguntou se eu iria ficar chateado. Se é uma vontade dela é uma vontade minha também. Temos que fazer o que temos vontade. Não temos que ser infelizes. Mico tem um carinho especial por ela. Foi ele quem a criou desde os 3 anos de idade. Foi uma forma de carinho dela com ele. Um reconhecimento”.

14/08/2018

(Visited 3 times, 1 visits today)