Adolescente é detido por ameaçar matar colegas de escola

Um rapaz de 17 anos foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), em Brasília, após ameaçar, por meio das redes sociais, fazer uma chacina na escola onde estuda, no Centro de Ensino Médio 3, no Gama, na manhã desta quinta-feira (12).

O Batalhão Escolar da Polícia Militar teve acesso às conversas em que o adolescente disse que “quer matar” e que “atiraria” em quem estivesse no colégio. Nas mensagens enviadas a grupos da escola na noite de quarta, o jovem afirmou ainda que estaria se preparando para o crime, divulgou imagens de uma arma e pediu para que um colega faltasse à aula, revela o G1.

Segundo a PM, o adolescente “simulou” os diálogos por meio de um aplicativo que permite a criação de conversas falsas no WhatsApp (entenda mais abaixo).

Equipes da polícia se deslocaram para a escola e montaram uma operação para deter o estudante desde as 22h de quarta-feira. Com medo, muitos alunos e professores não foram à escola na manhã desta quinta.

Aos militares, o adolescente contou que “criou as mensagens para “assustar os alunos”. Os policiais fizeram uma varredura no colégio e não encontraram armas de fogo durante a apreensão do rapaz, que está no 2º ano do ensino médio.

Por ter menos de 18 anos, o jovem vai responder pelo ato infracional análogo a comunicado falso de crime. Ele não tinha passagens pela polícia.

Em nota, a Secretaria de Educação afirmou que o conselho escolar do Centro de Ensino Médio 3 do Gama irá se reunir para discutir o caso do adolescente.

Como funciona o aplicativo

O aplicativo Whatsprank permite a criação de conversas falsa de WhatsApp – prank, em inglês, pode ser traduzido como pegadinha. Ele, no entanto, não tem conexões com o programa principal.

Com o app, é possível criar imagens de tela iguais às do WhatsApp, pois o usuário pode controlar os dois lados da conversa. O Whatsprank é o 23º aplicativo de redes sociais mais baixado para celulares com sistema iOS.

12/04/2018

(Visited 9 times, 1 visits today)